Restante

restante

 

 

 

 

De nós, restam esses signos úmidos
De carbono.

Rememórias diluídas
De nossa química vencida.

– – –
Poema escrito por mim em torno do ano 2000 e mostrado originalmente no livro “Homens de Saia“, que Lucia Judice e eu publicamos em 2009.

Anúncios

O que você sente?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s