Arquivo do mês: março 2014

Fruta-flor

frutaflor

Em oásis de papel, poema e prosa
Mergulho no vapor que nunca gela
Palavras e você: vida gostosa!
O resto, rasgo — ou apago dessa tela

No mundo das esquinas espinhosas,
Tropeço fascinado em tantas delas…
Três décadas e meia a cheirar rosas!
Que a fruta favorita é a flor mais bela.

– – –
Você pode ouvir o poema recitado aqui, por mim.

Anúncios

Entre amigas

entreamigas

É que você, jovem amiga,
Hoje sorri e esnoba tudo
Daí, do topo do mundo
Amanhã… Amor? Amargura

Até balzaquear, escolhe o carrossel
Devora fartura de mediocridade
E, com uma fome infantil,
Brinca na gangorra dos ponteiros

De repente, “surpresa”: está seca!
Cabelos e coração; fé e fertilidade
Não reconhece mais bondade
Nem virtude verdadeira

Aí, só lhe resta tentar
Reescrever regras
Revoltar-se mais
Recrutar outras

E repetir erros
Até o
Fim.

– – –
Você pode ouvir a prosa poética recitada aqui, por mim.