Arquivo do mês: setembro 2014

Obra-prima

rainy-love-leonid-afremov

Rainy Love, de Leonid Afremov

Conheci raras vampiras honestas
Além das sugadoras mais coerentes;
Também cruzei com donzelas várias
Desde as, tão somente, insípidas
Até as mais perigosas:
Secretamente, (ex-)vampiras.

Então, tu.

Em ti, não preciso abandonar-me
(Mas parte de mim quer)
Meu sal, meu ser — meu sangue.
As quatro letras rubras da vida
Serão nossa obra-prima:
Compartilhamos muito,
E cada vez mais.

– – –
Você pode ouvir o poema recitado por mim aqui.

Anúncios