Arquivo do mês: dezembro 2014

2015

image

O ano que vai
Já virou espelho:
Mil marcas mentais,
E uns cortes vermelhos

Calendários, fora

Mas, promessas, dentro
De dois mil e quinze:
“Requentado centro
De vida… Não acinze!”

As taças, ao alto

Se acaso não der
Pra sair daí,
Colora seu ser
Com o melhor de si

Feliz ano novo!

Anúncios