Aridez

arid love by NG-cRoniK

“arid love”, por NG-cRoniK

Mesmo o mais alcoolizado humor
Só respinga o deserto cinza
Que é tentar amar na cidade.

Promessas movediças desenham na areia
Mil e um grãos de “para sempre”,
Todos eles (e elas), por fim, desmanchados.

Resta a bomba-relógio tragável
De vários vícios vingativos:
Eis a poluição em nossas veias.

– – –
Você pode ouvir o poema recitado aqui, por mim.

Anúncios

O que você sente?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s