Sinuosa

sinuosa

Antes de sua exponencial maciez,
(Agora, minha)
Nunca conheci conforto igual:
Virei inquilino de suas curvas.

Estatisticamente improváveis,
Seus ângulos se tornam, todo dia,
Eternamente irresponsáveis
Por aqueles que seduzem.

– – –
Você pode ouvir o poema recitado aqui, por mim.

Anúncios

Uma resposta para “Sinuosa

  1. Olá poeta !
    Parabéns pela escrita, gostei bastante do seu estilo de escrever, dando extremo valor ao conteúdo sem se deixar enjaular pelas rimas e métricas. Ou seja, uma escrita muito mais livre e sem detrimento do conteúdo.
    Como este é um blog dedicado a poesia, gostaria humildemente de apresentar meu blog de poesias 100% de minha autoria:
    http://viajandopelomundodaimaginacao.blogspot.com
    Obrigado pela atenção !
    Luciano.

O que você sente?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s